ARTIGOS

TAROT 
 

O tarot ou arcanos maiores e menores ou baralho ou cartas de jogar ou naipes e trunfos, consistem numa única e mesma coisa. Trata-se de um jogo de 78 cartas, que se difunde a partir da segunda metade do século 14, na Europa cristã, com iconografia cristã.

Não dispomos de registros históricos que indiquem alguma escola ou corporação de ofício que tenha criado esse conjunto ou feito adaptações de jogos tradicionais anteriores. Tudo indica que ganhou a forma que hoje conhecemos pelas mãos de artistas e artesões que tinham conhecimentos e habilidades adquiridas entre os edificadores dos palácios e igrejas no período pré-renascentista, bem como suas pinturas, imagens e vitrais.

É importante lembrar, do ponto de vista histórico, que existe um exemplar de baralho com 52 cartas, anterior às versões que hoje conhecemos. Trata-se do baralho Mamlûk, utilizado pelos guerreiros mamelucos e que, evidentemente, tiveram suas cartas copiadas pelos impressores europeus. Continua uma incógnita, até hoje, quais foram os autores dos 22 trunfos (arcanos maiores) agregados ao modelo do baralho mameluco.

Dada sua origem anônima, isenta de instruções e regras dogmáticas, esse jogo de cartas deu margem a incontáveis fantasias e re-invenções mais ou menos arbitrárias. Desde seu aparecimento foi utilizado por nobres e plebeus, para jogos, passatempos e, ao que tudo indica, como instrumento de mancias.

O cenário imaginativo que cerca o Tarô, profuso e contraditório, confunde o iniciante interessado em compreender sua linguagem simbólica. Esse jogo maravilhoso, portanto, representa um real desafio para o estudo.

Se dependêssemos, por exemplo, apenas dos dicionários para saber o significado do Tarô, teríamos informações muito pobres e distorcidas. O Aurélio é lacônico: "Tarô. Coleção de 78 cartas, maiores que as do baralho, de desenho diverso, usadas sobretudo por cartomantes". Essa definição revela o desconhecimento de que "tarô" e "baralho" vêm da mesma fonte e, também, de que as 78 cartas não ficam apenas em mãos de cartomantes e são objeto de estudos simbólicos e aplicações terapêuticas, de elaborações de pintores e artistas gráficos.

Os dicionaristas esqueceram, ainda, de informar que a parte do tarô, que constitui o baralho comum, é também utilizado por cartomantes e, igualmente, como fonte de lazer nos lares, nos clubes e cassinos. São produzidos no mundo todo e movimentam milhões de dólares.

O dicionário Houaiss oferece um pouco mais: "Tarô. Conjunto de 78 cartas de baralho (também ditas lâminas) ilustradas por figuras simbólicas e usado para supostamente predizer o futuro e conhecer o que, no passado ou no presente, se encontra velado. O baralho é constituído de 22 arcanos maiores e 56 arcanos menores". Neste caso, os dicionaristas desconheciam que, na prática vigente até hoje, grande número de cartomantes utilizam o baralho comum e não as versões mais caras e variadas conhecidas como "tarô".

RUNAS
 

No século I, da nossa época, o hábito de consultar o oráculo das runas já havia se espalhado por toda a Europa. Com o crescimento do cristianismo, elas ficaram esquecidas, muitas vezes o seu uso tenha se mantido na Islândia até o final da Idade Média. Recentemente o antropólogo e escritor norte-americano, Ralph Blum, elaborou uma detalhada interpretação de cada letra rúnica.
Desde os tempos antigos o runamal, ou arte de lançar runas, se reveste de um caráter místico sagrado. Em primeiro lugar é preciso ter em mente que as runas, por ser um oráculo, apenas chamam a atenção para as formas e as motivações ocultas que moldarão o futuro e , é com base nesses elementos que é possível tomar uma decisão. Cada runa representa um recado ligado a uma entidade mitológica nórdica, sendo que cada símbolo carrega uma energia vital e uma vibração própria, que podem ser combinadas entre si.

BARALHO  CIGANO

 

O baralho cigano surgiu na Europa e criou uma tradição que o consolidou como um dos oráculos mais difundidos do mundo. Cada carta possui um significado específico, o que não dá margem para ambivalências e faz dele um dos mais diretos e objetivos sistemas de adivinhação que existem.

As lâminas são associadas aos quatro naipes do baralho comum, que orientam o assunto relativo à sua questão.

A forma de jogar é elucidativa e simples: se houver predominância de cartas negativas, a sua questão não está num bom caminho. Por outro lado, a ênfase nas cartas positivas indica que a sua questão está caminhando para o sucesso. As possíveis cartas negativas indicarão os problemas e empecilhos na solução da sua pergunta, assim como as cartas positivas revelarão as virtudes envolvidas e a proteção do plano superior.

O simbolismo dos naipes é o seguinte:

  • Copas: corresponde ao elemento Água e fala dos sentimentos, da feminilidade, das emoções e do amor.

  • Ouros: simboliza o elemento Terra, a Grande Mãe, a existência material, a família, a casa e o dinheiro.

  • Espadas: é regido pelo elemento Ar e corresponde ao intelecto, a mente, as ideias, o pensamento e a criatividade.

  • Paus: simboliza o elemento Fogo e representa a concretização, afirmação, imaginação, as forças transformadoras do Universo e a motivação.

NUMEROLOGIA
 

É a ciência que estuda e interpreta as influências das vibrações numéricas (números) na vida humana. Para se entender essas influências é necessário elaborar e interpretar o Mapa Numerológico Natal.
Através de um conjunto de técnicas, criadas por Pitágoras há 600 a.C, elabora-se o Mapa que representa o trajeto de vida de uma pessoa do nascimento ao último instante. Necessita-se apenas do nome de nascimento e da data de nascimento.
O nome, através da Tabela Pitagórica que transforma letras em números, tem-se a personalidade da pessoa. E a data, aplicando-se as técnicas descobre-se à vida da pessoa. O que está previsto dela viver em relação a família, filhos, profissão, conquistas materiais, relacionamentos sociais, sexualidade e espiritualidade.
Entende-se através do Mapa Numerológico Natal os momentos de transformações e mudanças que caracterizam o processo evolutivo do Ser Humano. A Numerologia Pitagórica tem como objetivo revelar ao ser humano as influências que sofre dos números nas diversas áreas de sua vida, bem como orientá-lo na busca de soluções para que viva de maneira equilibrada os processos evolutivos previstos em sua jornada terrestre. Desenvolvendo-se os conceitos Numerológicos Pitagóricos pode-se também orientar-se na área dos relacionamentos afetivos, familiares e empresariais.
Essa ciência da área esotérica busca através de suas técnicas e conceitos esclarecer o ser humano, fornecendo-lhe informações das mais variadas, e que não encontra-se disponível em muitas outras atividades humanas.
Sempre trabalha-se de maneira individualizada e única. Ou seja, as informações fornecidas para uma determinada pessoa poderá ser utilizada somente por ela.
Não há conceitos genéricos e universais, que sirvam para todos os seres humanos. O Mapa Numerológico Natal de cada pessoa determina o que é mais adequado a ela, seja na área afetiva, familiar, profissional ou empresarial. Afinal somos seres únicos e individualizados.
Assim como nossa impressão digital, nosso olhar e caráter são diferentes, nossas vidas, propostas e conquistas também serão diferenciadas.
Segundo os conceitos da Numerologia Pitagórica somos seres únicos e exclusivos, e que, portanto estaremos sujeitos apenas a nossas necessidades evolutivas individuais.

© 2016 Criado por Tarólogos na Web - Todos os direitos reservados

Atendimento ao cliente : atendimento@tarologosnaweb.com.br

Skype: Tarologos Web

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta-Feira das 9:00 às 18:00 horas

  • Pinterest Social Icon
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now